Como determino o valor de um diamante?

Os diamantes não são escassos e, na verdade, são a pedra preciosa mais comum. Eles são, no entanto, extremamente caros, por isso você deve conhecer seus preços para evitar ser enganado.

Como regra geral, ao comprar metais e pedras preciosas, você deve considerar a pureza, o quilate e o corte. Isso ajudará você a revender joias e reduzir as chances de ser enganado.

Para o diamante, em particular, considere os 4 Cs – quilate, cor, clareza e corte. Estes são os quatro fatores que determinam o valor de um diamante. Aqui está uma explicação mais detalhada:

4 fatores-chave que determinam o valor de um diamante

1. Quilate

O peso das pedras preciosas é medido em quilates métricos, e um quilate equivale a 0,2 gramas (peso do clipe de papel). No entanto, a palavra quilate nunca deve ser confundida com quilate, que se refere à pureza do ouro.

'Quilate' origina-se da semente de alfarroba. Os primeiros comerciantes de gemas usavam essas pequenas sementes como contrapesos em suas balanças devido ao seu peso igual.

Em 1913, os Estados Unidos e outros países adotaram o quilate métrico contemporâneo igual a 0,2 gramas. No mundo de hoje, um quilate pesa o mesmo em todos os países.

Assim como um dólar é dividido em 100 centavos, um quilate é dividido em 100 pontos. Um diamante de 50 pontas, por exemplo, pesa 0,50 quilates. A maioria dos diamantes encontrados em joias geralmente tem um quilate ou menos.

2. Clareza

Os diamantes geralmente apresentam marcas de nascença exclusivas, imperfeições internas (inclusões) e externas (manchas). Isso é típico porque eles se formam nas profundezas da terra, sob intenso calor e pressão. A falta dessas falhas e imperfeições é chamada de clareza do diamante.

Diamantes sem essas imperfeições são incomuns e a raridade afeta o valor de um diamante. Para determinar a clareza dos diamantes, os avaliadores usam o sistema GIA e consideram as características de clareza visíveis sob uma ampliação de 10x.

Entre as mais valorizadas, aqui estão as 11 notas:

• Impecável (FL) – Não há imperfeições ou defeitos aparentes.

• Internamente impecável (IF) – Sem inclusões e apenas manchas são difíceis de detectar.

• Muito, Ligeiramente Incluído (VVS1 e VVS2) – As inclusões são difíceis de perceber.

• Muito ligeiramente incluído (VS1 e VS2) – Inclusões menores que variam de complexas a moderadamente fáceis de detectar.

• Ligeiramente Incluído (SI1 e SI2) – As inclusões são perceptíveis

• Incluído (I1, I2 e I3) – As inclusões são evidentes e podem prejudicar a transparência e o brilho do diamante.

3. Cor

A cor do diamante tem tudo a ver com o que você não pode ver. Quando se trata de cor, o valor é determinado pela proximidade da incolor – quanto menos cor, maior o desconto. Diamantes incolores a quase incolores com tons de amarelo ou marrom são normalmente os mais comuns em joalherias.

Em cores, também existe uma escala GIA padrão. A escala começa com a letra D, que é incolor, e progride até a letra Z, que significa amarelo claro ou marrom.

O diamante mais caro é classificado como D, que não tem cor. A classificação muda em ordem alfabética de D a Z conforme a tonalidade muda e o valor diminui proporcionalmente. No entanto, observe que os diamantes de cores extravagantes, como rosa e azul, são uma exceção porque estão fora dessa faixa de cores.

Lembre-se de que muitas distinções de cores são bastante sutis e ignoradas por um leigo. No entanto, são tão importantes que podem resultar numa diferença significativa na qualidade e no preço do diamante.

4. Corte

O corte é significativo porque é o principal fator que determina o brilho, o brilho e o fogo de um diamante. A qualidade do corte é o principal fator que determina a beleza e o fascínio de um diamante.

Além disso, o diamante tem planos de clivagem, o que significa que se cair num ângulo específico, pode partir-se ou rachar, apesar de ser a pedra mais pesada. Sob esta luz, deve ser definido e cortado com cuidado.

O corte também não deve ser confundido com a forma. As formas incluem oval, pêra, redondo e assim por diante. Por outro lado, corte é o arranjo de facetas para criar um visual cativante.

É crucial lembrar que existem muitas combinações percentuais diferentes que podem alterar a forma como o diamante interage com a luz e o quão atraente ele é para quem o olha. Você pode, portanto, escolher de acordo com sua preferência.

Venda seu diamante para nós ou penhore-o – Jamaica Pawn Brokers

Como pode ser visto, o valor de um diamante é determinado por vários elementos. Nossos avaliadores GIA qualificados examinarão seu diamante e informarão seu valor com base nos 4Cs acima. Obtenha uma avaliação gratuita do seu diamante em apenas alguns minutos.

Se você possui joias valiosas ou quaisquer outros bens que aceitamos como garantia, poderá receber dinheiro imediatamente. Sempre pagaremos pelo frete, quer você nos venda seu item ou o penhore!

Compramos eletrônicos, ouro, prata, joias e outros objetos de valor. Visite nossa loja de penhores Jamaica Queens NYC, convenientemente localizada perto de você. Empréstimos instantâneos em dinheiro, satisfação garantida e transações sem preocupações. Isso é quem somos.

Contate-nos em (718) 739-6060!

Como determino o valor de um diamante

Resumo
Como determino o valor de um diamante?
Nome do artigo
Como determino o valor de um diamante?
Descrição
Para o diamante, em particular, considere os 4 Cs – quilate, cor, clareza e corte. Estes são os quatro fatores que determinam o valor de um diamante.
Autor
Receba uma avaliação gratuita em poucos minutos!
Sem categoria
tzvika770

Predicting the Future: Sell or Trade Watches Trends for 2024

The watch industry has a long and storied history, dating back centuries. From the invention of the mechanical watch to the introduction of quartz technology,

Consulte Mais informação "